Mesmo com muita dificuldade, com o coração apertado e o nó da garganta, o humor, a alegria e a ironia tem sido, além da vacina, perspectivas no combate a Pandemia do Covid-19, a ignorância e a estupidez.

Toda gratidão aqueles que se debruçam sobre a dureza da realidade a nos fazer sorrir  no deleite da arte e da cultura.

A atriz Fernanda Torres nos brinda com uma reflexão tão necessária quanto a insistência de sermos o que cada se propõe a ser, sem patrulhamento e preconceito.

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/fernandatorres/2021/05/paulo-gustavo-foi-cazuza-renato-cacilda-e-leila-e-por-isso-viva-paulo-gustavo.shtml

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui