Filho de uma mãe nada gentil
Acuado num pedaço de terra
Cercado pela cana e pelo gado

Armas de fogo
Em seu encalço
Ele ė sim, brasileiro imperador !!!

Sua coroa é feito de penas
Sua flecha é destemida
Resiste a violência

Da democracia ruralista
Salve a Jurema
Bebida da árvore sagrada

E os dias se passam
E a raiz ainda germina
#forabolsonaro


Oluandei Diá Ngola

Poeta, capoeira, angoleiro, é do candomblé. Na política é de esquerda.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui