Quando o sol nasce, é para todos
E a sombra é para quem planta.
Energia positiva trabalha sua fé.
Traz para sua vida esperança!

Fim de tarde
Olhando pelas pastagens
Vejo o boi seguindo o seu caminho.
Bem pertinho da cerca, na árvore.

Pica pau constrói seu ninho
Cada um tem sua sina
Cada um escreve sua história
Tem a flor que se desabrocha

Tem o fruto que ganha o mundo
No bico do passarinho
A viola que nos encanta
O Berimbau nos assanha

A música é terapia!!!
Combina com a poesia
De criar boas energias
E jogar para longe

Desamores e dissabores.
E mesmo que seja em poucos momentos
A música ganha asas
Nos leva pelo tempo

Ancestralidade que se vive
Explica que o mundo
Tem sol, tem lua
Tem muitas estrelas no céu

E cada um que respira
Escreve seu papel
Uns vivem de dendê
Outros preferem o mel

A cada semente que se planta
Se cria uma nova esperança
Para escrever no seu cordel

Ilustração de capa Steven D Antonson


Oluandei Diá Ngola

Poeta, capoeira, angoleiro, é do candomblé. Na política é de esquerda.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui