Interessados devem realizar sua matrícula através do portal Cultura Online

Com mais de 30 opções em diferentes expressões artísticas, as inscrições para as Oficinas Culturais promovidas pela Prefeitura de Indaiatuba, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, acontecem entre os dias 21 de janeiro a 14 de fevereiro.

Os interessados devem se inscrever através do portal Cultura Online, localizado no site da Prefeitura de Indaiatuba, a partir das 8h do dia 21 de janeiro. No total, serão ofertadas cerca de 4.500 vagas (confira as opções abaixo).

“As Oficinas Culturais crescem a cada ano e em 2022 teremos uma novidade: o break, que além de ser um estilo de dança de rua que integra a cultura do hip hop, também foi incluído pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) como modalidade olímpica para os Jogos de Paris em 2024”, ressalta a secretária de Cultura, Tânia Castanho.

As aulas começam no dia 14 de fevereiro. “Nossa expectativa é dar início às Oficinas Culturais com aulas presenciais, mas seguimos acompanhando os acontecimentos relacionados à pandemia”, destaca Tânia.

É importante ressaltar que, no primeiro dia de aula, os alunos devem apresentar seu comprovante de vacinação. “Em um primeiro momento, isso vale para os alunos com 12 anos ou mais”, afirma a secretária. “À medida que a vacinação das crianças de 7 a 11 avançar, também pediremos o comprovante de vacinação aos pais ou responsáveis”. Casos excepcionais serão avaliados em conjunto pelas secretarias de Cultura e Saúde.

Matrícula

As matrículas online devem ser feitas pelo portal Cultura Online (www.indaiatuba.sp.gov.br/cultura-online/), onde os interessados deverão enviar cópia do RG, CPF e comprovante de residência no município. Se o interessado for menor de idade, será preciso enviar também os documentos de seu responsável legal. É importante que o aluno tenha a idade mínima exigida para cada oficina no ato da inscrição.

As Oficinas Culturais têm como objetivo a sensibilização artística, além de promover a sociabilidade por meio da arte, assim como o respeito às diferenças e práticas de ética e cidadania. Além de estimular as propriedades cognitivas e sensoriais, ainda tem o intuito de apresentar e aproximar a comunidade às diversas formas de expressão artístico-culturais, visando um primeiro contato com diversas modalidades.

Confira abaixo um pouco mais sobre cada uma das Oficinas Culturais:

  • Artes – Infantil (6 a 12 anos)

Oficina reúne o fazer artístico em suas várias linguagens: modelagem, escultura, pintura e muito mais. Também, de forma lúdica, o aluno terá a oportunidade de entrar em contato com a História da Arte, com foco em artistas nacionais.

  • Artes para Crianças (5 a 7 anos)

Através da arte, a criança descobre um mundo cheio de cores, formas, linhas e sentimentos. Ao pintar, desenhar e colar, ela desenvolve sua coordenação motora, agilidade, autoestima e potencial criativo. Nessa oficina o aluno aprenderá: brincar com arte; ver e fazer arte; cores na vida e na arte; tinta em movimento; ciranda das cores e formas.

  • Artes para Crianças (8 a 10 anos)

Nossa vida é como pedacinhos de uma colcha de retalhos que juntos contam nossas histórias, sonhos e alegrias. A arte nos ensina a colorir, desenhar, pintar e colar todos esses retalhinhos com criatividade e imaginação. Nesta oficina iremos aprender: as linhas na vida e na arte; brincando e descobrindo com a arte; das linhas nascem formas; lendo imagens; desenhos em ciranda; formas de olhar o mundo; e releitura.

  • Oficina de Customização (a partir de 10 anos)

Tudo é válido quando o que importa é criar. Dar vida nova a uma peça que estava em desuso, explorando e experimentando várias possibilidades. Customizar é transformar recortes, colagens, pinturas e alinhavos.

  • Violão (a partir de 10 anos)

Curso de iniciação musical através do instrumento Violão. Curso de Violão Popular que utiliza ferramentas técnicas do ensino de Violão Erudito para o desenvolvimento de repertório, técnica e de performance artística.

  • Viola Caipira (a partir de 10 anos)

A oficina tem como objetivos:

– Apresentar e aproximar a população a uma forma de expressão artística através da música. Foca, além do aprendizado musical, o desenvolvimento humano como um todo: aspectos físicos e motores (agilidade dos dedos e prática de canto enquanto toca, por exemplo), intelectuais (concentração, paciência e criatividade), sociabilização (respeito ao próximo e suas diferenças, a coletividade, o companheirismo), práticas de cidadania (apresentações em clínicas e entidades assistenciais) e a sensibilidade artística;

– Dentro da Oficina, são apresentadas duas formas de linguagem musical: Cifras (comum no uso para acompanhamento de canto) e Tablatura (sistema gráfico de escrita musical não oficial, porém, muito difundido atualmente, direcionada para solos e melodias) através do já clássico e tradicional repertório da Música Sertaneja de Raiz.

  • Coral Infantil (7 a 11 anos)

A oficina de canto coral insere-se no campo da Educação Musical. Ela tem como objetivo proporcionar, de forma lúdica e divertida, o contato da criança com a realidade sonora e despertar a sua sensibilidade artística.

  • Coral Juvenil (12 a 17 anos)

Esta oficina destina-se aos jovens e visa iniciar o processo de educação musical estimulando o desenvolvimento de seu potencial vocal, artístico, criativo e reflexivo. Propicia o contato com canções da nossa e de outras culturas, promovendo, assim, o conhecimento e o respeito pela diversidade cultural.

  • Coral da Terceira idade (a partir de 55 anos)

A oficina pretende oferecer aos seus integrantes uma vivência musical alegre, divertida, inclusiva e integradora. Os benefícios advindos desta atividade podem contribuir para uma melhor qualidade de vida, auxiliando na manutenção de importantes processos cognitivos, além de estimular a afetividade e a sociabilidade.

  • Coral da Cidade de Indaiatuba (18 a 55 anos)

O Coral Cidade de Indaiatuba é um dos corpos estáveis da Secretaria da Cultura. A oficina destina-se ao aprimoramento de conhecimentos musicais e da sensibilidade artística. Ela pretende propiciar ao seu integrante um repertório musical variado e amplo abrangendo diferentes gêneros e culturas.

  • Piano Digital (a partir de 10 anos)

A Oficina de Piano Digital aborda os seguintes aspectos:

– Postura: forma correta de posicionar-se no piano (costas, antebraços, pulsos e mãos), conhecimento das regiões do piano e toda a sua extensão;

– Aspectos teóricos: leitura do pentagrama, claves, figuras musicais, fórmulas de compassos simples e composto, aspectos rítmicos, aspectos melódicos e harmonia básica, formação de tríades e suas inversões;

– Aspectos técnicos: prática de arpejos, escalas, clichês patterns, coordenação motora, igualdade das mãos, dedilhados, trinados, trêmulos e oitavas;

– Repertório: vasto repertório, com abordagem em vários estilos (peças folclóricas, popular, erudito, música brasileira, internacional, temas de filmes e gospel). Serão seguidas duas linhas: o piano solo (onde o aluno executa a peça tocando a melodia e a harmonia) e o piano acompanhamento (onde o aluno faz a harmonia da música para ser cantada).

  • Taikô (a partir de 10 anos)

Taikô é o nome dado aos tambores tradicionais japoneses, utilizados em performances culturais. O aluno aprenderá a tocar o instrumento, além de aperfeiçoar técnicas musicais, possibilitando assim sua participação em apresentações artísticas.

  • Desenho Artístico – Infantil (7 a 11 anos)

Iniciação ao desenho artístico através das linhas, traços e formas geométricas básicas, para que a criança possa começar a desenvolver, com a sua criatividade, o desenho de objetos, alimentos, animais, entre outros.

  • Desenho Artístico – Juvenil (12 a 17 anos)

Iniciação ao desenho artístico com base no estudo do desenho estilo mangá e do estudo da anatomia humana. Buscando assim o desenvolvimento da percepção e concentração de cada aluno.

  • Desenho Artístico – Adulto (a partir de 18 anos)

Iniciação ao desenho artístico com foco no estudo de anatomia humana e princípios do desenho gestual e realista. Neste contexto, será desenvolvido um conceito mais terapêutico, com um olhar artístico para a expressão, pensamentos, emoção e opinião.

  • Pintura em Tela (a partir de 10 anos)

O trabalho com pintura em tela proporciona momentos de convívio entre os participantes, levando-os a desenvolver as habilidades individuais, o autoconhecimento e a autovalorização. A oficina tem como metodologia atividades em grupo, nas quais os participantes pintam as telas utilizando tintas a óleo. Observa-se que ao final do processo, cada um descobre seu estilo próprio de pintar.

  • Pintura em Tecido (a partir de 15 anos)

A oficina de pintura em tecido visa o trabalho de aspectos como: criatividade, concentração e habilidades manuais. A técnica de pintura em tecido é muito utilizada na confecção de peças utilitárias, como, por exemplo, os já tradicionais panos de prato.

  • Jazz Infantil (7 a 11 anos)

Trabalha a parte artística da criança, expressividade, coordenação motora, flexibilidade, ritmo, criatividade e condicionamento físico.

  • Jazz Juvenil (12 a 17 anos)

Trabalha a coordenação motora, musicalidade, bem-estar social, confiança, memorização, criatividade, flexibilidade e fortalecimento corporal.

  • Ballet Clássico Baby (5 e 6 anos)

Aulas ministradas uma vez por semana, com duração de uma hora. Durante o aprendizado, as crianças entram em contato com movimentos que auxiliam o desenvolvimento motor, psico-cognitivo, lateralidade, sociabilidade e afetividade, envolvidas por músicas clássicas, modernas e também infantis, tocadas ao piano e por orquestras, favorecendo o desenvolvimento cerebral, além de melhorar a autoestima, respeito próprio e aos colegas e professores, tudo de forma lúdica e com muitas brincadeiras.

  • Ballet Clássico Infantil (7 a 11 anos)

As oficinas trarão de forma lúdica e dinâmica a iniciação aos movimentos do Ballet Clássico com abordagem técnica e consciência corporal, despertando autoestima, concentração, coordenação, disciplina, sociabilidade e criatividade artística.

  • Ballet Clássico Juvenil (12 a 17 anos)

Direcionada ao público com ou sem experiência, as oficinas ensinam os movimentos próprios do Ballet Clássico com abordagem prática, através da consciência corporal e processos criativos, aprimorando a técnica dos exercícios da barra e centro, despertando o interesse pela carreira artística da Dança.

  • Hip Hop Infantil (7 a 11 anos)

Oficina ensina a dança de forma divertida, com dinâmicas que desenvolvem o trabalho em equipe, a disciplina e a expressão corporal.

  • Hip Hop Juvenil (12 a 17 anos)

De forma descontraída e dinâmica, a oficina emprega conceitos para permitir que os jovens se expressem por meio da dança.

  • Hip Hop Adulto (a partir de 18 anos)

Por meio da dança, vivencie novos sentimentos, expressões e emoções, explorando durante as aulas, de maneira descontraída, a capacidade de concentração e confiança no dia a dia.

  • Dança de Salão (a partir de 16 anos)

Aulas voltadas para quem gosta de dançar diferentes gêneros musicais, como forró, bolero, samba de gafieira e soltinho. Para quem gosta de dançar a dois, aprender diferentes estilos. Após o processo de adaptação (iniciação), com movimentos básicos, postura de dança e marcação de ritmos, os alunos passam a aprimorar seu aprendizado.

  • Teatro Infantil (7 a 11 anos)

Propõe o desenvolvimento da expressão corporal e vocal através de exercícios, jogos teatrais, improvisação, criatividade e muita diversão. De maneira lúdica, trabalha a criação de personagens, cenas e habilidades para o trabalho em grupo.

  • Teatro Juvenil (12 a 17 anos)

Propõe estimular o desenvolvimento e habilidades de expressão corporal e vocal, através da pesquisa e de atividades práticas, ensinando técnicas de improviso, atuação e jogos teatrais, além de desenvolver habilidades de comunicação, trabalho em equipe e autonomia. A oficina utilizará recursos como maquiagem, figurino, adereços e cenografia para ampliar o desenvolvimento da linguagem teatral. O trabalho é norteado pelos ensinamentos de Constantin Stanislávski, Viola Spolin, entre outros.

  • Teatro Adulto (a partir de 18 anos)

Propõe o aprendizado e desenvolvimento de habilidades corporais, ativando percepções e autocontrole, usados em conjunto com a expressão vocal e expressões faciais. Propicia que o aluno improvise e atue em diferentes situações de jogos teatrais e, progressivamente, reconheça e utilize elementos da linguagem dramática, espaço cênico, personagens e conflitos. Desenvolve capacidades comunicativas e expressivas, relacionadas ao movimento corporal, ao texto e a voz, além de habilidades para a utilização de recursos da linguagem teatral, como maquiagem, máscaras, figurinos, adereços, música, cenografia e outros.

  • Oficina de Graffiti (a partir de 10 anos)

Reúne aulas teóricas sobre a origem do graffiti no mundo e no Brasil, filmes, livros, revistas, estilos de graffiti existentes, técnicas para criação de estilo pessoal e aulas práticas de técnicas com sprays, tipos de bico (cap) e tipos de efeito (brilho, sombra, entre outros).

  • Break Infantil (7 a 11 anos)
    • Break Juvenil (12 a 17 anos)
    • Break Adulto (a partir de 18 anos)

O Break e um estilo de dança para todas as idades, que envolve saltos e giros acrobáticos. Além de ser uma dança dinâmica e que desafia a gravidade, oferece a oportunidade de trabalho em equipe, deixando claro que todos são iguais e que cada um tem seu estilo de dançar e viver, reforçando a máxima de respeito ao próximo.

Monitor: Raul Intrusos

POLOS CULTURAIS

Centro Cultural Wanderley Peres
Praça Dom Pedro II, s/nº – Centro
Telefone: (19) 3825-2056

Centro Cultural Hermenegildo Pinto (Piano)
Av. Eng. Fabio Roberto Barnabé, 5.924 – Jardim Morada do Sol
Telefone: (19) 3936-2584

Centro de Esportes e Artes Unificados (CEU)
Rua Jordalino Pietrobom, 1.300 – Jardim São Conrado
Telefone: (19) 3935-2714

Casarão Pau Preto
Rua Pedro Gonçalves, 477 – Jardim Pau Preto
Telefone: (19) 3875-8383

Fotos: Arquivo – Eliandro Figueira RIC/PMI

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui