Me chama que eu vou

105

Me chama que eu vou !!!
Respirar minha tradição
Vadiar na roda de capoeira
Tocar meu berimbau!!!

Levar oferenda na encruzilhada
Ovos na entrada
Cobertos de dendê
Há quem não entenda

Há quem vai entender
Sopre a Mpemba
Reze o ngorossi
A lua tem sua valia

O sol tem energia
E a chuva lava a alma
E é na terra
Que o ser se regenera

Para novo mundo conhecer
Nossos flores vão nascer
Nossos frutos semearam os caminhos
Daqueles que vêem no tempo

Força e sabedoria
Paz e encanto
Em nossa casa todo canto tem seu santo
Makulele tem valia

A navalha ė fundamento
Tenho orgulho e sentimentos
Deixo as tristezas
Irem embora no vento
Para a felicidade florescer


Oluandei Diá Ngola

Poeta, capoeira, angoleiro, é do candomblé. Na política é de esquerda.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui