Artistas pintarão mural de mais de 50 m² no 5º Jacuba Festival de Graffiti. Evento cultural será neste sábado e domingo, em Hortolândia, com a participação de artistas de vários estados do Brasil e da região; entrada é gratuita

Artistas urbanos do Brasil e da região desenharão seus graffitis em um mural gigante, de mais de 50 m², durante o 5º Jacuba Festival de Graffiti que acontece neste sábado e domingo (20 e 21-08), a partir das 9h, em Hortolândia. A obra de arte coletiva será produzida no interior da Unidade Cultural Arlindo Zadi, localizada na Rua Graciliano Ramos, nº 280, Jd. Amanda. Nos dois dias do festival haverá food trucks, animação com DJ e feira com exposição dos trabalhos dos artistas. O projeto cultural, idealizado pela equipe Jacuba Festival, coordenado pelos artistas Kranium e Cabelin, é realizado pela Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura. A entrada é gratuita e a classificação livre, recomendado para todas as idades.

Hortolândia conhecerá o talento e a cultura de cinco artistas de diferentes estados: Chermie (Amazonas), Korea (Sergipe), Veio Art (Recife), LudBird (Tocantis) e Ramon Phanton (Goiás). Também participarão do festival três artistas da região – Q.Pirigo (Monte Mor), Lua e Gui Nature (Hortolândia). Juntos, eles vão colorir e dar vida ao paredão de 11 metros de altura por cinco de largura, um total de 55m². Para realizar o trabalho serão necessários cerca de 50.000 ml de tinta spray, volume que equivale a 50 litros. Por meio da arte do grafitti, os artistas deixarão registrados os variados estilos de pintar com spray, com elementos culturais diversos, de acordo com a história e região de cada um.

Nesta semana, Kranium e Cabelin grafitaram a caixa d´água da Unidade Cultural onde será realizado o evento. Agora, os desenhos de uma arara e uma raposa dão vida ao topo do reservatório que mede 15 metros de altura. A arara, assinada por Kranium, chama a atenção pelos traços vetorizados, marca registrada do artista que costuma trazer para as suas obras elementos do cotidiano e da natureza. Altiva, a raposa, personagem preferido de Cabelin em suas criações, parece observar a cidade de cima. A pintura do reservatório é uma das atividades que antecedem o festival.

“O festival proporcionará a Hortolândia diversas experiências e vivências com artistas de outros estados agregando novos conhecimentos culturais à população. Queremos que as pessoas entendam o graffiti como parte do cotidiano e, assim, passem a valorizar mais os artistas e a arte urbana no geral. Nosso projeto é transformar Hortolândia em referência nacional na arte urbana, fomentar a identificação e formação de novos artistas, além de estimular o graffiti como profissão”, afirma Leandro Kranium, produtor cultural e arte-educador com mais de 20 anos de dedicação à arte do graffiti.

Em suas edições anteriores, o Jacuba Festival de Graffiti já transformou quatro muros de Hortolândia em obra de arte, o equivalente a mais de 1 mil m² de grafitagem realizados pelas mãos de 24 artistas, de vários estados do País. Com a realização do Jacuba Festival de Graffiti, Hortolândia passa a figurar entre os grandes principais festivais realizados Brasil afora. São exemplos: PMW de Palmas (TO), Street of Style de Curitiba (PR), Meeting Of Style (RGS) Arte e Cultura na Kebrada de São Paulo SP), além do Jacuba Festival de Graffiti de Hortolândia (SP).

Foto: da esq. para dir. Cabelin, o secretário de Cultura Régis Bueno e Kranium

5º JACUBA FESTIVAL DE GRAFFITI
20 E 21 DE AGOSTO, das 09 às 17h
>Grafitagem do mural de 50 m² da Unidade Cultural Arlindo Zadi pelos artistas convidados
>Animação com DJ, Food Truck, Feira com exposição do trabalho dos artistas
Local: Unidade Cultural Arlindo Zadi – Rua Graciliano Ramos, 280 – Jardim Amanda I, Hortolândia – SP
Entrada: gratuita

Classificação: livre (recomendado para todas as idades)

CONHEÇA OS ARTISTAS CONVIDADOS

CHERMIE – Amazonas
@ruido.das.aguas
Mulher indígena, Chermie Ferreira, amazonense, 34 anos, grafiteira e muralista traz em seus trabalhos sua raiz ribeirinha e amazonense, compondo incríveis trabalhos que retratam a cultura e a vivência nortista. Pioneira na cena da arte urbana no Amazonas foi a primeira mulher a fazer um festival de grafite focando nas mulheres na região norte.

KOREA – SERGIPE
@korea.jpz
Egnaldo Correa, conhecido como “Korea”, nasceu em Aracaju (SE), em 1991. Faz graffiti há 14 anos. Adepto aos estilos realismo e letras wildstyle, busca sempre ser versátil para fazer produções com vários elementos e temas.

VEIO ART – RECIFE
@Veio_Art
Thiago Teas faz arte para inspirar pessoas a levarem uma vida cheia de fé e amor. Há mais de cinco anos, Teas colocou o @Veio_Art nas ruas de Recife sempre acompanhado por frases positivas como “ #HojeVaiSerMassa ”, seu carro-chefe. Utilizando um tom bem recifense, em mensagens tão poderosas quanto simples, o Véio invade o coração das pessoas que esbarram com sua arte pelas ruas do Recife e estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Alagoas, Rio Grande do Norte e Ceará

LUDBIRD – TOCANTINS
@ludbird_
Natural de Goiânia (GO) e criada em Palmas (TO), Ludmilla, conhecida como Ludbird atua como bióloga especialista em aves, professora e artista visual. Começou com a arte urbana em 2016. Seu estilo é neotradicional sem contornos baseado em elementos da natureza e desenhos animados. Co-fundadora do coletivo Abacaxi Urbano, diretora e organizadora do maior evento de arte urbana do Tocantins, o PMW Street Graffiti.

RAMON PHANTON – GOIÁS
@ramonphanton
Estudante de Artes Visuais pela Universidade de Brasília, grafiteiro, artista urbano, produtor cultural e ilustrador. Já participou de encontros internacionais de Graffiti, além de diversos encontros regionais. Mostra sua arte em exposições coletivas. O artista recebeu o Prêmio FAC Cultura Brasília 60 pelas ações desenvolvidas na sua trajetória. É criador do podcast quinzenal Salve os Muros, que aborda assuntos ligados à arte de rua.

ARTISTAS LOCAIS
QPIRIGO @q_pirigo
Guilherme de Paula é Grafiteiro há 14 anos. Atualmente, mora em Monte Mor. Seu contato com a arte surgiu em 2006, através de um amigo que já estava inserido Graffiti e no Hip Hop. Em 2007, ingressou movimentos de Graffiti nos muros de Hortolândia. Para aperfeiçoar seu talento nato, Guilherme buscou potencializar sua técnica através de inspirações naturais, formas, cores e histórias que trazem o significado dessa arte.

GUINATURE
@guinaturee
Guilherme Miguel da Silva, 26 anos, nasceu em Hortolândia. É conhecido no mundo do graffiti como guinature. Vem da essência streetart, desde 2014, fazendo trabalhos relacionados à natureza. Em suas obras usa um pouco de realismo e aquarela.

LUA
@nicolly_pan
Nicolly da Costa Fontes, 19 anos, é conhecida como Lua no mundo do graffiti. A moradora de Hortolândia há dois anos se dedica à arte urbana. Desenvolve sua arte em letras com sua Tag (LUA). A artista dá os primeiros passos no desenho de personagens.

Divulgação  Beth Soares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui