Cada um escolhe
O seu próprio caminho
Já adianto !!!

Todos tem suas pedras
Todos são frutíferos.
Olho para frente
E sou insistente

Não abro mão do que procuro
Quero amor
Quero muita paixão
Quero viver com carícias

Quero tocar meu berimbau afinado
Corro do lugar
Onde reina a ganância!
E onde há arrogância !

E aonde não vive a sabedoria
Que gritem
Não irão tirar minha paz
Muito menos minha fé

Quero viver em aguas calmas
Aproveitar a natureza
Aproveitar as belezas
Alimentar o positivo

Sem esquecer que a negatividade
Mesmo assim ainda irá existir
Vou respirar o ar
Olhar as flores

Me livrar das dores
Dos dias que virão
E isso não e negar conflitos
Mas é dizer comigo
Só irá encontrar acolhimento


Oluandei Diá Ngola

Poeta, capoeira, angoleiro, é do candomblé. Na política é de esquerda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui