Na Paraíba, primeira mostra de cinema negro mistura arte, luta e ancestralidade

Evento acontece online e totalmente gratuito neste fim de semana, com a exibição de 27 curtas e longas-metragens, além de palestras e conteúdos informativos.

Abrir uma janela de visibilidade para prestigiar um cinema que mistura arte, luta e ancestralidade. Essa é a proposta da Mostra de Cinema Negro Pilão, primeira exposição itinerante de cinema afrocentrado realizada na Paraíba.  Os 27 títulos selecionados para a programação estão disponíveis, gratuitamente, pela plataforma Todes Play. Além das obras, palestras e conteúdos informativos serão exibidos até o próximo domingo (25).

O título da mostra, “Pilão”, faz alusão ao instrumento secular, amplamente conhecido e utilizado na cultura e espiritualidade indígena e africana. Sua função é transformar, triturar, amassar ou moer alimentos para o corpo e para alma, afim de retirar deles o máximo da essência de sabor e aroma.

Leia mais: Na Paraíba, primeira mostra de cinema negro mistura arte, luta e ancestralidade (almapreta.com)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui