Menina de ginga
Cresceu na ideologia
De procurar o fundamento
Na nossa filosofia

Ela vem de mansinho
Sua proposta é carinho
Tem valentia tem malandragem
Um coração sem maldade

E um magnífico sorriso
É pessoa de valentia
Sua beleza não é só estrutural
Veio como vento de dentro

Para amenizar o mundo lá fora
Seja no amanhecer
Ou para enfeitar o por do sol
Com curvas e discursos

Princesa humanista
Ama a cultura do viver feliz
Pensa no melhor alimento

No necessitado
Naquele que foi abandonado
Insiste em fazer alguém feliz


Oluandei Diá Ngola

Poeta, capoeira, angoleiro, é do candomblé. Na política é de esquerda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui