É muito amor
Plenitude da paixão
Angola me trouxe esperança
Aquietou meu coração

Eu aprendi camarada
Que a pressa nada vale
E o tempo nos desafia
A conhecer a nossa idade

O pássaro voa
Sem medo do gavião
E o berimbau que ecoa
Vai chamar nossos irmãos

Pode ter navalha
Faca afiada e facão
Nossa cultura tem luta
É de um povo de tradição

Então meu camarada
Pode vir pode chegar
A roda de rua está aberta
Mas tem hora de jogar


Oluandei Diá Ngola

Poeta, capoeira, angoleiro, é do candomblé. Na política é de esquerda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui