O mestre de capoeira precisa de alunos colaboradores e não de subordinados.

Alunos subordinados são aqueles que treinam a capoeira sem adquirir vínculo e apenas cumprem as obrigações mensais. Eles buscam satisfazer suas necessidades, realizam trabalhos somente quando o mestre pede, não possuem iniciativa para ajudar e nem contribuem com o grupo, não buscam mais envolvimento, podando assim o seu próprio crescimento e aceitação na sociedade da capoeira.

Por outro lado, os alunos colaboradores possuem naturalmente uma pré-disposição para o comprometimento. Auxiliam o mestre nas aulas, nas rodas e nos eventos de capoeira, são envolvidos no bom andamento e desenvolvimento coletivo e buscam parcerias e patrocínios para ajudar nas despesas dos eventos, aumentando assim o leque social e político já conquistado.

Os alunos colaboradores possuem as seguintes características: são pessoas de confiança, amigos, companheiros, querem o bem e a felicidade do mestre, possuem iniciativa e disposição para ajudar. Têm ideias positivas, são críticos e avaliadores, e são vistos como braço-direito do mestre.

Além do mais, normalmente o patrocínio costuma vir por intermédio deles, porque possuem  mais relacionamento na sociedade. Cabe ao mestre incentivá-los a praticar a capoeira e serem parceiros no trabalho, mas para isso é necessário fazer também com que eles tenham relacionamentos sociais, econômicos e políticos dentro da capoeira.

O mestre precisa interagir com os seus alunos na tentativa de conseguir mais facilidade de ensinar seus conhecimentos e mobilizá-los nos eventos, além de buscar parcerias, que só serão adquiridas se o mestre souber cativar e ganhar o respeito e a consideração por parte de todos.

Os alunos precisam olhar o mestre com bons olhos e acreditar nos propósitos dele. Juntos irão buscar na sociedade as parcerias para promover eventos de capoeira e realizar belas festas.


Mestre Biro – Capoeira e Escritor

Autor dos livros, Capoeira, cultura que educa, o Carroceiro e a Irmandade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui