Não tem nada a ver
Com a capoeira
Não vivemos a roda
Pelo julgamento moral

Muito menos religioso
Somos filhos do tempo
Somos os frutos
Da raiz chamada Angola

Viemos no navio negreiro
Fomos acorrentados
Nos libertamos não só dos ferros
E sim dos dogmas

Que moldaram nossa essência
Fomos gritos de dor
Somos gritos da liberdade
Capoeira é filosofia

Ė arte da guerra
Traz luta dança e cultura
Musicalidade coletividade
Enraizada em nossa ancestralidade


Oluandei Diá Ngola

Poeta, capoeira, angoleiro, é do candomblé. Na política é de esquerda.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui