O ator, escritor e cineasta Lázaro Ramos esteve na noite dessa segunda-feira no Programa Roda Viva na TV Cultura para um debate acerca do lançamento do Filme Medida Provisória

Entre tantas perguntas sobre os mais variados e importantes assuntos, o destaque para essa redação consiste no fato de Lazaro ter expressado em seus argumentos, e em várias momentos, a relevância do patrimônio cultural da vivência com sua família, no bairro onde viveu em Salvador, e depois no Teatro do Olodum, onde se destacou para a sorte do Brasil.

E qual a relevância desse patrimônio? Trata-se do conhecimento, potente, que absorveu. Conhecimento esse que o forjou para as demandas que foram apresentados durante sua carreira de sucesso, e que segundo ele, não se tratou de sorte, mas de uma riqueza potente e epistêmica, que lhe serve ainda hoje como fonte para criar e inspirar outros tantos talentos que tem despontado na cultura brasileira.

Lazaro Ramos no Roda Viva 11 de abril de 2022

Essa disposição singular e inacabada de vida de Lazaro Ramos pode ser caracterizado como o tipo de conhecimento e pensamento que entendemos como contra-colonial, transgressor da norma cartesiana que impõe um modelo único de vida.

A posição de Lazaro revela alternativas dentro do sistema, que em ultima analise impõe um certo desconforto, e um certo prejuízo pecuniário a esse modelo de pensamento único. Afinal de contas, como disse Ramos, ganhar dinheiro é bom e não faz mal para ninguém, pelo contrário, nos ajuda e viver, e supraviver nessa distopia conjuntural a qual estamos submetidos.

Assistir a entrevista de Lazaro Ramos no Roda Viva é uma tarefa importante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui