ARTE URBANA

Objetivo do evento cultural, que acontece nos dias 20 e 21 de agosto, em Hortolândia, é oferecer à comunidade o contato com novas linguagens artísticas, além de transformar o município referência nacional na arte do graffiti

Hortolândia sediará o 5º Jacuba Festival de Graffiti, evento cultural que reunirá artistas urbanos de vários estados do Brasil e da região. O festival será nos dias 20 e 21 de agosto, das 09h às 17h, na Unidade Cultural Arlindo Zadi, localizado na Rua Graciliano Ramos, nº 280, Jd. Amanda. O projeto cultural, idealizado pela equipe Jacuba Festival, coordenada pelos artistas Kranium e Cabelin, é realizado pela Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura. A entrada é gratuita. As atividades de pré-evento começam na segunda-feira (08/08).

Em sua quinta edição, o Jacuba Festival de Graffiti trará para Hortolândia cinco artistas de diferentes estados: Chermie (Amazonas), Korea (Sergipe), Veio Art (Recife), LudBird (Tocantis) e Ramon Phanton (Goiás). Também participarão do festival três artistas da região – Q.Pirigo (Monte Mor), Lua e Gui Nature (Hortolândia). Juntos, por meio da arte coletiva, os artistas produzirão um mural de cerca de 50 metros quadrados, na Unidade Cultural Arlindo Zadi.

Além da grafitagem do mural gigante – principal ação do festival -, outras atividades serão realizadas antes do evento. Lives com artistas convidados, lançamento do projeto para a comunidade e a grafitagem da caixa d´água da Unidade Cultural, pelos artistas Kranium & Cabelin, estão na programação pré-evento (veja abaixo). Nos dois dias do festival, sábado e domingo, haverá food trucks, animação com DJ e feira de exposição dos trabalhos dos artistas para comercialização.

“O Jacuba Festival de Graffiti tem como objetivo se tornar referência nacional, proporcionando trocas, experiências e vivências com artistas de outros estados para que a nossa cidade tenha mais acesso a diferentes estilos da arte e cultura. Queremos ressignificar espaços e transformá-los em galerias de arte a céu aberto e em pontos turísticos, valorizando a cidade e promovendo o contato da população com novas linguagens artísticas e, assim, fomentar a arte do graffiti”, afirma Kranium, morador de Hortolândia, com mais 20 anos de dedicação à arte do graffiti e trabalhos que são referência na região e no Brasil.

Projeto já transformou 1 mil m²
de muros em obra de arte

Divulgação

Somadas as quatro primeiras edições, o Jacuba Festival de Graffiti apresenta como resultado a transformação em obra de arte de quatro muros de Hortolândia, o equivalente a mais de 1 mil m² de grafitagem realizados pelas mãos de 24 artistas, de vários estados do País.

A primeira edição do evento aconteceu em novembro de 2020, com seis artistas. O projeto transformou um muro com mais de 350m², na Avenida São Francisco de Assis, em um grande mural de arte.

Na segunda edição, realizada em fevereiro do ano passado, participaram cinco artistas. Durante o evento, a fachada externa do teatro da Unidade Cultural Arlindo Zadi, órgão da Secretaria de Cultura, no Jardim Amanda, virou uma obra de arte urbana por meio do talento dos artistas.

Também no ano passado, foi realizada, em junho, a edição comemorativa do festival pelo aniversário de 30 anos de Hortolândia. O trabalho contou com a participação de artistas locais. O objetivo era contar um pouco da história da cidade por meio de imagens dos graffitis em um dos grandes símbolos da cidade o “H” da Praça “A Poderosa”, localizada no Jd. Rosolem.

Artistas mulheres deram o toque de arte urbana na quarta edicão do festival, realizada exclusivamente com elas. O evento integrou as ações do Outubro Rosa e resultou em um belíssimo mural de graffiti arte no CAISM (Centro de Atenção Integral a Saúde da Mulher), pintado pelas artistas Deka, Mari Monteiro e Kalins (São Paulo), Lu Bicalho (Espírito Santo) e Nati (Brasília). Além da grafitagem do mural principal, o festival contou com a pintura da escadaria da Praça A Poderosa pela artista Bromou, de Tocantins.

O nome dado ao festival tem o objetivo de celebrar o início da história da cidade e preservar sua origem. No passado, o povoado que se tornaria Hortolândia era ponto de parada para tropeiros, que costumavam descansar à beira do riacho. Os viajantes preparavam um um tipo de pirão feito de farinha de mandioca, cachaça, açúcar e mel, o Jacuba, que acabou batizando o vilarejo.

Hortolândia figura entre os
grandes festivais de graffiti País

Com a realizção do Jacuba Festival de Graffiti, Hortolândia passa a figurar entre os grandes principais festivais realizados Brasil afora. São exemplos: PMW de Palmas (TO), Street of Style de Curitiba (PR), Meeting Of Style (RGS) Arte e Cultura na Kebrada de São Paulo SP), além do Jacuba Festival de Graffiti de Hortolândia (SP) .

De acordo com Kranium, graffiti vem se tornando uma importante ferramenta para promover a transformação social, cultural e o acesso da população à arte.“É uma arte que dialoga com a periferia e desperta, facilmente, o interesse do público”, observa o artista.

Segundo os idelizadores do projeto, pesquisas apontam que, aproximadamente, 70% da população não têm acesso à arte e à cultura. Os estudos também revelam que nas periferias o acesso é significativamente menor que nos grandes centros. Distanciamento dos equipamentos de cultura e renda são assinalados como os principais motivos.

“Com o festival queremos causar impacto positivo na vida das pessoas que transitam pelo local no dia a dia. E, com isso, diminuir o abismo que existe entre a população e o acesso à arte. Queremos, também, fomentar a identificação e formação de novos artistas, além estimular o graffiti como profissão”, completa Kranium, que também é arte-educador e produtor cultural.

*PROGRAMAÇÃO

08 A 12 DE AGOSTO, a partir das 20h
>Live com os artistas convidados através do instagram do projeto @jacubagraffiti

15 A 17 DE AGOSTO, a partir das 9h
>Grafitagem da caixa d´água da Unidade Cultural Arlindo, Jd. Amanda I, com os artistas Kranium e Cabelin

19 DE AGOSTO, às 19h
>Recepção e apresentação dos artistas convidados (para participar é preciso fazer inscrição antecipada)
Local: Unidade Cultural Arlindo Zadi – Rua Graciliano Ramos, 280 – Jardim Amanda I, Hortolândia – SP

20 E 21 DE AGOSTO, das 09 às 17h
>Grafitagem do mural de 50 m² da Unidade Cultural Arlindo Zadi pelos artistas convidados
Local: Unidade Cultural Arlindo Zadi – Rua Graciliano Ramos, 280 – Jardim Amanda I, Hortolândia – SP

*Toda a programação é classificação livre – recomendada para todas as idades.

Mais informações para a Imprensa
Beth Soares- Jornalista
Boa Prosa Comunicação
(19) 9 7110-5606

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui